• Gregory Boan

Visto Religioso - R1 | G.E.B. Global

Updated: Nov 10, 2020

O visto “R” é para pessoas que queiram entrar nos Estados Unidos para desenvolver um trabalho de atividade religiosa temporariamente.



Indice | Visto Religioso

  1. Quem pode aplicar para um visto religioso?

  2. Quais são as diferenças entre o visto R-1 (visto religioso para trabalho e residência temporária), e o visto para trabalhador religioso com residência permanente nos EUA?

  3. Que tipo de instituição pode peticionar em favor de um trabalhador religioso?

  4. Quanto deve ser minha remuneração como trabalhador religioso?

  5. Com o visto R1, eu posso ter um segundo trabalho além do religioso?

  6. Por quanto tempo o visto religioso será válido?

  7. Quais são os documentos necessários para iniciar o processo?

  8. Qual é o processo para se obter o visto?

  9. Quanto tempo leva para obtenção do visto R1 e para obtenção da residência permanente através de trabalho religioso?

  10. E se eu estiver ilegal?

  11. E a minha família?

  12. Honorários e custos.

  13. Desenvolvimento de Evidências

  14. Chances de Sucesso

1- Quem pode aplicar para um visto religioso?


Qualquer estrangeiro, vindo trabalhar para uma instituição religiosa nos Estados Unidos como pastor, ministro, presbítero, diácono, professor de educação religiosa, músico, dentre outras posições de vocação religiosa ou de capacidade profissional.


Ministros” são indivíduos autorizados por religiões reconhecidas a conduzir cerimônias religiosas, dentre outras atividades normalmente realizadas por pastores, padres ou rabinos.

Capacidades profissionais” são posições nas quais os indivíduos que as preenchem necessitam de um diploma universitário de quatro anos (bacharelado).


Posições de vocação ou ocupação religiosa” são as atividades tradicionalmente vistas como religiosas. Candidatos nessas ocupações são trabalhadores litúrgicos, professores de educação religiosa, instrutores, missionários, indivíduos que assistem, sempre na capacidade religiosa, a indivíduos nos hospitais, asilos, creches, orfanatos etc. Aqueles indivíduos envolvidos somente na solicitação de doações não se qualificam como trabalhadores religiosos.


Vocação religiosa” é a chamada para a vida religiosa, evidenciada pela demonstração de dedicação à prática religiosa como votos religiosos, como ministros de louvor, por exemplo.


2 - Quais são as diferenças entre o visto R-1 (visto religioso para trabalho e residência temporária), e o visto para trabalhador religioso com residência permanente nos EUA?


A diferença é a duração da estadia nos Estados Unidos. O Visto R-1 é um visto temporário, permitindo ao beneficiário uma estadia máxima de cinco anos. O primeiro Visto R-1 é geralmente concedido por um máximo de 30 meses e através de uma subsequente extensão, os 30 meses restantes são concedidos. Em contraste, a obtenção de residência permanente através de posição de trabalho no âmbito religioso, permite que o beneficiário resida, e trabalhe permanentemente nos Estados Unidos.


Requisitos:


Para obter o visto R-1, o indivíduo tem que ter sido membro da instituição/denominação religiosa que peticionar em seu favor, por no mínimo dois anos anteriores a data em que petição é submetida.

Para obter a residência permanente, o imigrante tem que ter trabalhado por no mínimo dois anos (dentro ou fora dos estados unidos) na mesma capacidade profissional, ou vocação religiosa na qual ele exercerá nos Estados Unidos.

Geralmente, os trabalhadores religiosos entram nos Estados Unidos com o visto R-1 obtidos no consulado americano de seu país de origem, e entram com a petição para a residência permanente dois anos mais tarde.


3 - Que tipo de instituições pode peticionar em favor de um trabalhador religioso?


Qualquer instituição religiosa sem fins lucrativos pode peticionar em favor de um trabalhador religioso. A instituição deve ser uma organização sem fins lucrativos, ou seja, isenta de taxação de acordo com a secção 501(c)(3) do Código da Receita Federal dos EUA ou que tenha o certificado de isenção de impostos.


4 - Quanto deve ser minha remuneração como trabalhador religioso?


Para se qualificar para o visto, o imigrante deve demonstrar que não irá precisar de assistência pública do governo americano. Isso significa que a organização responsável pela petição deve se encarregar de cobrir todas as despesas do imigrante (com moradia, alimentação etc.) ou fornecer um salário a fim de que o imigrante tenha como se sustentar e pagar suas despesas nos EUA.


Não há um salário mínimo determinado para este tipo de trabalhador. Recomendamos, por isso, que o salário esteja, no mínimo, dentro das diretrizes do Federal Poverty Guidelines.


5 - Com o visto R1, eu posso ter um segundo trabalho além do religioso?


O visto R-1 apenas permite que você trabalhe para a instituição religiosa que está peticionando em seu favor. No entanto, é possível ter duas ou mais instituições religiosas como peticionários, possibilitando assim que você possa ter trabalhos de meio-expediente em cada uma das instituições. Após a obtenção da residência permanente (Green Card), você poderá trabalhar para empregadores fora do âmbito religioso.


6 - Por quanto tempo o visto religioso será válido?


Geralmente o visto R1 é concedido por um período inicial de dois ou três anos, com a possibilidade de uma extensão totalizando assim cinco anos. Este período de cinco anos pode ser concedido para o beneficiário principal (se todos os requisitos forem satisfeitos) como também para seus dependentes (cônjuge e filhos menores de 21), quem receberiam o visto de acompanhante, R2.


7 - Quais são os documentos necessários para iniciar o processo?


A instituição religiosa deverá prover documentação que comprove que não tem fins lucrativos de acordo com a secção 501(c)(3) do IRC, e evidenciar a oferta de trabalho ao imigrante através de uma detalhada carta constando a posição de trabalho, as funções a serem exercidas, a carga horária de trabalho, a remuneração, entre outros pontos.


Todos os documentos submetidos em língua estrangeira devem ser acompanhados de traduções juramentadas.


8 - Qual é o processo para se obter o visto temporário e permanente?


Se o beneficiário está fora dos EUA, o visto R-1, para estadia temporária nos EUA, será obtido no consulado americano do país de origem do indivíduo apos aprovação da petição impetrada junto ao departamento de imigração nos EUA. Após a aprovação é necessário agendar entrevista junto ao consulado em questão para que o beneficiário seja entrevistado e receba a aprovação do visto em seu passaporte. O indivíduo deve levar consigo a notificação original de aprovação bem como os documentos de suporte da petição.


Se o beneficiário estiver nos EUA com algum visto vigente (ex. visto de turista B-2, com I-94 em dia, ou visto de estudante F-1, entre outros), a instituição religiosa poderá peticionar em seu favor solicitando uma mudança de status, ou seja mudança de visto B-2 ou F-1 para o visto R-1, acompanhado de toda a documentação necessária a fim de satisfazer os requisitos exigidos USCIS para a aprovação de seu visto R-1.


Geralmente o visto R-1 é concedido para um período inicial de dois ou três anos, e o beneficiário e seus dependentes (portadores do visto R-2) poderão solicitar uma extensão para dois ou três anos restantes aqui mesmo nos EUA.


Para petição de residência permanente, se você estiver dentro dos Estados Unidos, terá que estar com status migratório legal, geralmente com Visto R-1 em dia ou visto alternativo, a fim de permitir que a instituição religiosa protocolize a petição em seu favor.


Mediante a aprovação desta, petições subsequentes para sua permissão de trabalho e pelo seu Green Card serão protocolizadas junto ao U.S. Citizenship & Immigration Services de acordo com a disponibilidade de vistos para migrar para os EUA.


A disponibilidade destes é publicada mensalmente pela Secretaria de Estado Americana (Department of State) através de uma tabela chamada Boletim de Vistos.


Se você estiver fora do país, a instituição religiosa entrará com a mesma petição dentro dos EUA e, mediante a aprovação desta, o restante do processo será feito por vias consulares. O processo consular difere do processo de ajustamento de status realizado dentro dos EUA. O processo consular é realizado por fases e leva em geral mais tempo do que o processo de ajustamento de status, ou seja, mudança de visto temporário para residente permanente, realizado dentro dos EUA. Para aqueles que deseja um processo mais rápido, o ajustamento de status seria a rota ideal. Se feito por vias consulares, apos entrevista e obtenção da aprovação do visto para migrar, o beneficiário e seus familiares terão que entrar nos EUA geralmente dentro de 3 ou 4 semanas.


9 - Quanto tempo leva para obtenção do visto R1 e para obtenção da residência permanente através de trabalho religioso?


Se a instituição já foi investigada por agentes do USCIS, é possível obtenção do Visto R-1 em APENAS 15 DIAS mediante submissão da aplicação I-907 para processamento rápido (Premium Processing) cuja taxa é de US$1.440,00 presumindo que o USCIS não solicite documentos adicionais para a petição em questão.


Se feito por vias consulares, apos aprovação da petição nos EUA, o agendamento da entrevista no consulado e obtenção destes por parte do beneficiário e seus familiares pode também se dar dentro de aproximadamente 15 dias.

Para obtenção da residência permanente, a aprovação da petição base para trabalhadores religiosos tem levado APENAS entre 4 a 8 meses e, apos aprovação desta, não ha sequer fila de espera no momento para a entrada das petições para autorização de trabalho e para o Green Card pois os vistos para migrar (dentro desta categoria) tem estado totalmente disponíveis.


Ora, para aqueles presentes nos EUA em status migratório LEGAL, a mudança de status de visto temporário para residência permanente pode ser realizada em menos de 1 ano e meio pois uma vez dada entrada, a petição para obtenção de autorização de trabalho é obtida em 3 a 6 meses e o Green Card em menos de 1 ano.


Não obstante a disponibilidade de vistos para esta categoria em questão, estes processos são investigados minuciosamente a fim de que o USCIS determine a legitimidade e idoneidade da instituição religiosa peticionando pelo beneficiário.


Se a instituição ainda não foi visitada por agentes do USCIS, certamente será, pois, devido o alto índice de fraude dentro desta modalidade, esta investigação tornou-se requisito já faz uns 10 anos, tanto para aprovação de vistos para trabalhadores religiosos temporários ou permanentes.


Uma visita inicial é feita de forma aleatória, em dia e horário não anunciados por agentes do USCIS. Tudo estando dentro dos conformes, a petição é aprovada e, dependendo do tamanho da instituição, visitas surpresas subsequentes não são realizadas.


Para obtenção de datas precisas, basta checar o calendário de processamento destas petições (Formulário I-129 para visto R-1 trabalhador religioso temporário - e Formulário I-360 para petição de trabalhador religioso permanente) nos centros de processamento regionais no site www.uscis.gov a fim de ter uma ideia do tempo que está levando para a aprovação destas.


10 - E se eu estiver ilegal?


Se você está ilegal (ficou além do tempo permitido no seu I-94, ou entrou no país sem inspeção), você não poderá obter o visto R-1 nem aplicar para sua residência permanente através desta categoria (salvo apenas se respaldado pelo paragrafo de lei INA §245(i), ou seja, se você deu entrada junto ao Serviço de Imigração a alguma petição de família ou de trabalho até 30/04/2001.


11 - E a minha família?


Mediante aprovação de seu visto R-1, seu cônjuge e filhos menores de 21 anos recebem o visto R-2, como acompanhantes, que os dão direito de morar nos EUA, mas sem a permissão de trabalhar. É necessária a compilação e entrada de petição separada a fim de peticionarmos para o visto R-2 em favor do seu cônjuge e filhos.

De igual forma, se o beneficiário consegue obter residência permanente nos EUA, seus dependentes (cônjuge e filhos menores de 21) serão também beneficiados e petições separadas terão que ser preparadas e submetidas em favor destes.


12 - Honorários & Custas:


Para Visto R-1: $5,000 (cinco mil dólares) de Honorários, se apenas um individuo ou um casal sem filhos, e $6,000 para um casal com filhos. Mediante recebimento de RFE (Request for Additional Evidence) honorários extras serão cobrados de acordo com tempo gasto para compilação de resposta deste.


Você pode dar entrada no processo R-1 enquanto estiver fora ou dentro dos EUA e isso muda o preço do processo, porque solicitar o R-1 nos EUA tem taxas mais caras para trocar seu status. Se a família está dentro dos EUA e fará mudança de status aqui dentro, teremos que submeter o formulário I-539 para mudança de status do cônjuge e/ou filhos.


Custos com formulário I-129 para petição do R-1 para o Principal é de $460 dólares + custas com formulário I-539 ($400) CASO FAÇAMOS MUDANÇA DE STATUS dentro dos EUA, mais custas com correio expresso, cópias e tradução de documentos estrangeiros.


Posteriormente, para compilação e entrada de petição I-360, base para petição para o Green Card: $6,000 + Custas com formulário I-360 + custas com tradução de documentos, correio expresso e cópias. Você pode dar entrada no processo I-360 enquanto estes fora ou dentro dos EUA e isso muda o preço do processo, porque solicitar o Green Card nos EUA tem taxas mais caras para processar os pedidos, porque eles vêm com permissões para trabalho e viagem.


Após aprovação da petição I-360, entrada das petições p/ Green Card: Para o principal: $1,500 + custas c/ formulário para GC ($2355 p/ I-485). Para cônjuge: $1,500 + custas c/ formulário para GC ($2355 p/ I-485). Para filhos menores de 21: $1,500 por cada + custas c/ formulário ($2355 p / I-485) + custas c/ tradução, exame médico, fotos, correio expresso.

Nosso escritório oferece planos de pagamento para nossos honorários depois que o escritório verificar seus rendimentos e ativos e daremos entrada no processo sem a necessidade de você terminar de pagar seu plano de pagamento.


Em um esforço para melhor posicionar seu processo para aprovação, nosso escritório o ajudará no desenvolvimento dessas declarações. Temos experiência nessas questões e existem muitas soluções criativas para ajudá-lo a se qualificar para esta categoria de visto.
Em preparação para dar entrada na petição, trabalhamos com você no desenvolvimento destes documentos e de uma biografia que apresentará um contexto para o oficial de como seu perfil e seus documentos cumprem com os requisitos da lei, para que nosso escritório, em seguida, possa apresentar um argumento legal sólida de como você se qualifica com os critérios necessários.

Por favor note que você não precisará de originais de nada - a imigração aceita cópias digitalizadas e fotografias de tudo. Além disso, uma vez contratados, discutimos no desenvolvimento das cartas de referência para seu processo no que diz respeito a quem deve assinar (colegas, funcionários subordinados, empregadores anteriores, estudantes, estagiários etc.) e o escopo do que eles vão declarar.

Essas cartas são criadas por nosso escritório depois de revisar as evidências que você possui, em sua biografia e em seu currículo e, se você não tiver um currículo adequado, também ajudamos a criar um para você que sabemos imigração aceitará.


14 - Chances de Sucesso

Você pode estar pensando, o quão difícil é realmente para obter uma aprovação?

Se você acha que pode atender os requisitos listados acima, o fator mais importante para este processo é a apresentação eficaz por um advogado de imigração. Mesmo que você acredite que só pode testar 1 ou 2 e não 3 dos critérios, convidamos você a conversar isso conosco, pois pode haver um ângulo em que se pode argumentar que temos experiência, o que pode não ser aparente à primeira vista.

Seria um prazer do nosso escritório conhecer você os eventos do seu histórico profissional para que você, antes de tudo, se sinta confortável e confiante de que estamos representando o seu legado profissional de uma forma que reflita a dedicação que você dá ao seu trabalho. Se os fatos forem bem apresentados e argumentados de forma persuasiva, uma petição que atenda aos critérios acima deve ser aprovada rotineiramente.

Você deve observar, no entanto, que a decisão final sobre seu processo é tomada por um oficial. Algumas petições com um excelente histórico profissional são negadas porque o oficial do departamento de imigração não pode obter um entendimento adequado dos fatos apresentados, por isso, negam para passar para o próximo caso.


Os oficiais de imigração não têm tempo suficiente para examinar os documentos oferecidos em apoio a uma petição, nem têm tempo para entender sua área de especialização; portanto, não têm tempo para tentar descobrir o que o peticionário está tentando argumentar. Isso significa que, às vezes, até os melhores casos são negados porque o oficial não realizou uma análise corretamente ou porque não teve tempo ou recursos para fazer seu trabalho adequadamente. Esta é uma batalha diária entre advogados e o departamento de imigração.


O governo pode negar algo de forma imprópria e sem justa causa, e é o trabalho do advogado persuadir ou forçar, entende-se “forcar” como um argumento apresentado para apelar em resposta a um possível resultado negativo, onde o advogado tem como dever utilizar todos os mecanismos perante a lei em seu favor para um apelação, induzindo a imigração a fazer seu trabalho corretamente e nos termos da lei, e é por isso que recomendamos que você não prossiga sozinho, o valor em ter um advogado ao seu lado para apelar pelo seu processo caso um oficial da imigração não de ao seu caso o devido apreço pode ser a diferença entre o sucesso ou a perda de tempo e investimento.


Como advogado e oficial do tribunal, temos acesso a documentos governamentais e decisões judiciais que não estão prontamente disponíveis ao público, o que podem fornecer uma orientação mais clara para o oficial na decisão da viabilidade de um caso, portanto, ao confiar em nosso escritório para apresentá-lo, podemos garantir que estamos usando os argumentos jurídicos mais atualizados para discutir os méritos do seu caso. A GEB GLOBAL possui uma vasta experiência na preparação de petições nesta categoria e trabalhará com você para obter um resultado positivo.

Você pode encaminhar seu currículo ou um resumo de suas realizações e perfil profissional para uma avaliação preliminar de forma gratuita. Analisaremos cuidadosamente suas credenciais e forneceremos a você nossa opinião sobre suas chances de sucesso.

Se acreditarmos que você não tem uma chance razoável de sucesso nesta categoria, nós o informaremos. Aceitamos apenas os casos de processamento em que estamos confiantes de que podemos obter aprovação. Se acreditarmos que você pode ter uma opção viável, podemos prosseguir com o agendamento de uma consulta.

Somos minuciosos na análise e escolha dos processos que escolhemos representar pois a nossa única meta é atingir o sucesso dos nossos clientes. Ora, buscamos minimizar riscos de negativa em virtude do custo e tempo investidos nesta empreitada. Preferimos respeitosamente nos abster de representar um cliente a menos que determinemos que há fortes chances de sucesso.


Para uma explicação mais detalhada de como se dá este processo, suas fases, tempo médio de processamento etc. é fundamental agendar de uma consulta. Você pode escolher entre 30 minutos (150 US$) ou 1 hora (250 US$), onde vamos te apresentar detalhes sobre o plano ações, documentos necessários, duração do processo, planos de pagamento dentre outras questões. O valor cobrado pela consulta será descontado do valor total dos honorários pagos pelo seu processo de visto e Green Card e deverá ser pago via transferência bancária.

Você também pode enviar suas perguntas pelo WhatsApp +17864448418 ou e-mail info@geblegal.com e responderemos gratuitamente.

Obrigado por ter lido este blog. Este blog não deve ser lido como qualquer forma de consulta jurídica e solicitamos que você não chegue a nenhuma conclusão sobre a viabilidade do seu caso ou como uma recomendação do que fazer para criar um caso viável por si próprio sem entrar em contato com o nosso escritório previamente.

Para uma explicação mais detalhada de como se dá este processo, suas fases, tempo médio de processamento etc. é fundamental agendar de uma consulta. Você pode escolher entre 30 minutos (150 US$) ou 1 hora (250 US$), onde vamos te apresentar detalhes sobre o plano ações, documentos necessários, duração do processo, planos de pagamento dentre outras questões. O valor cobrado pela consulta será descontado do valor total dos honorários pagos pelo seu processo de visto e Green Card e deverá ser pago via transferência bancária.

Você também pode enviar suas perguntas pelo WhatsApp +17864448418 ou e-mail info@geblegal.com e responderemos gratuitamente.

Obrigado por ter lido este blog. Este blog não deve ser lido como qualquer forma de consulta jurídica e solicitamos que você não chegue a nenhuma conclusão sobre a viabilidade do seu caso ou como uma recomendação do que fazer para criar um caso viável por si próprio sem entrar em contato com o nosso escritório previamente.





8 views0 comments

Contact

If you are preparing for, or in the process of, applying for a U.S. visa please contact us today!

Fill out the form below to receive your free preliminary analysis today!

arrow&v
arrow&v
Upload your resume
Upload supported file (Max 15MB)